Paul KarasonO homem da foto ao lado é Paul Karason, na época da foto (2008) tinha 57 anos. Ao contrário do que você pode pensar a foto não foi editada, ele não está usando maquiagem e nem seu monitor está com defeito, Paul Karason realmente tinha essa cor azul acinzentada.

A bizarra história do nosso incrível homem azul teve seu início na década de 90 quando ele começou a tratar uma dermatite com prata coloidal, tendo ainda por 14 anos feito uso da mesma substância por via oral. Segundo os médicos a coloração de Paul é tão intensa que inclusive seus órgãos internos já devem ter sido afetados.

O uso da prata coloidal como antibiótico era comum até a década de 30, antes do surgimento da penicilina, desde 1999 sua utilização como medicamento está proibida pelo FDA norte-americano, mas ainda é uma substância facilmente encontrada em alguns suplementos alimentares e que pode inclusive ser produzida em casa com equipamentos de baixo custo destinados a utilização em criações de aves para abate.

Paul declarava não ter planos de suspender o uso do medicamento ou procurar um médico para tratar-se, inclusive porque segundo médicos que foram entrevistados sobre o caso, mesmo que fosse suspenso o uso da prata a coloração azulada é permanente.

Karason faleceu em 2013 aos 62 em um hospital de Washington. Ele deu entrada uma semana antes, depois de sofrer um ataque cardíaco. Além de ultimamente estar enfrentando uma pneumonia, Paul sofria com problemas cardíacos há vários anos. Segundo a esposa nos últimos anos ele evitava ao máximo o contato com o público, limitando-se a ir ao banco e comprar cigarros. Passou seus últimos dias lendo livros de história e assistindo o History Channel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *