morto jogando pôquerHenry Rosario Martinez, de Porto Rico, faleceu aos 31 anos, vítima de uma mistura de álcool e medicamentos. Como era um apaixonado por pôquer sua família resolveu prestar as últimas homenagens ao ente querido de maneira um tanto insólita. Pediram que a funerária embalsamasse o corpo de Henry e o pusesse em uma mesa de poker.

O dono da funerária responsável pelo feito de gosto extremamente duvidoso declarou que era a primeira vez que fazia algo do gênero, mas que velórios inusitados estão se tornando uma “moda” em Porto Rico. O corpo foi embalsamado e colocado em frente à mesa de poker e sua família e amigos despediram-se de Henry jogando uma última rodada com ele.

A família não entrou em detalhes sobre a morte de Henry, mas especula-se que tenha sido um caso de morto jogando poker 2suicídio. Não há informações também sobre quem ganhou a partida, mas com certeza quem tinha a melhor “poker face” nós podemos imaginar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *